Top 10 de 2006

27 02 2007

Adeus ano velho, feliz ano novo! O ano de 2007 já chegou e agora é hora de parar, fazer os balanços e apontar novos objetivos. Confira agora um pequeno especial que preparamos para vocês com os melhores discos do ano passado, os melhores sites e o que nos aguarda em 2007!
2006 foi um ano de muitos lançamentos. Tantos lançamentos que foi muito difícil fazer uma lista de apenas 10 discos, mas acho que conseguimos separar alguns que valem a pena ser comentados. Talvez esta lista fuja um pouco do que já foi visto em outros meios. Não quer dizer que somos do contra ou qualquer coisa assim. Na verdade, concordamos com grande parte das listas já publicadas. Queremos, no entanto, dar um pouco mais de destaque a algumas bandas que não apareceram tanto por aí e que você deveria dar uma olhada! E os 10 melhores discos do ano para o The Bells são…

10º – Wolfmother – Wolfmother
Esta banda australiana conseguiu um lugar de destaque na mídia mundial ao introduzir seu primeiro disco com músicas altamente influenciadas por Black Sabbath e Led Zeppelin. Com performances ao vivo divertidíssimas, Wolfmother foi uma das boas surpresas do ano de 2006.

9º – Viva Voce – Get Yr Blood Sucked Out
Viva Voce é uma banda formada pelo casal (casados de verdade) Kevin & Anita Robinson, bateria/vocal e guitarra/vocal respectivamente. Seu mais novo disco é tão genial como os que o antecedem, mantendo as influencias hippies e orientais, mas deixando tudo mais açucarado para uma degustação muito mais deleitosa! Faixas como “We Don’t Fuck Around” e “From the Devil Himself” são músicas que já nasceram clássicas!

8º – Starflyer 59 – My Island
Este é um disco que criou muita controvérsia. Alguns dizem ser algo genial, outros, nem tanto. Na minha opinião, Starflyer fez um de seus piores discos em My Island, porém, até mesmo o pior de Jason Martin é suficiente para figurar entre os 10 mais ano, porque não deixa de ser um disco muito bom!

7º – Flaming Lips – At War with the Mystics
É o melhor disco da carreira deles? Não, com certeza… Mas é um disco dos Flaming Lips e isso só pode significar uma coisa: MUITA DIVERSÃO! Se tem uma banda em quem podemos confiar, esta banda é Flaming Lips que, talvez, nunca tenha lançado um disco ruim em sua carreira.

6º – Muse – Black Holes And Revelations
Este novo disco tem tudo o que Absolution tinha e um pouco mais. É sempre uma delícia quando você vê uma banda assim evoluindo e procurando alternativas sonoras, ao invés de martelar sempre as mesmas coisas nas nossas cabeças (alguém ai disse emo?). Com melodias pegajosas (como sempre) e se aproximando, por vezes, da música eletrônica, Muse conseguiu criar um disco totalmente novo, cheio de coisas que “nunca ouvimos antes” (não vindo deles) mas sem deixar o apelo pop de lado!

5º – mewithoutYou – Brother, Sister

Esta banda nunca chamou muito a minha atenção. Seu primeiro disco era muito “esquisito”. Poesias gritadas sobre instrumentos tocando post-hardcore não era minha praia. O lançamento do segundo disco “Catch for Us the Foxes” já chamou mais a minha atenção, com uma instrumentação mais rebuscada e “Brother, Sister” fechou, de uma vez por todas as portas do preconceito que haviam sido abertas no meu coração. Este é um disco genial! A proposta ainda é a mesma, poesia sobre música. Se isso parece chato pra você, é porque você ainda não ouviu mewithoutYou. O som já não é mais tanto post-hardcore, dando espaço a melodias e harmonias bem trabalhadas e alegres!

4º – Danielson – Ships
Com a ajuda de amigos de bandas como Deerhoof, Sufjan Stevens, Why?, Serena Maneesh, Leopulde e Half-handed Cloud, Daniel Smith volta com tudo num disco estupendo chamado Ships. Seu som lisérgico está mais forte do que nunca, porém, muito mais acessível com uma pegada pop forte. Definitivamente, um dos melhores do ano!

3º – Anathallo – Floating World
Não, Anathallo não esta copiando Sufjan Stevens em Floating World. Na verdade, este disco é o resultado de um amadurecimento resultante da convivência entre os sete integrantes da banda durante anos que antecedem qualquer tentativa musica de Sufjan Stevens. O conceito do disco em si já é genial: baseado numa história folclórica japonesa, o disco conta a história de um cachorro morto, criando ambientes sonos diferenciados, nunca antes visitados. Não é à toa que o disco ficou uns 3 meses na minha playlist.

2º – Gomez – How We Operate
Nunca tinha ouvido esta banda até mais ou menos o meio de 2006. Logo que tive contato com a música “See The World” não pude deixar de buscar pelas outras músicas deste disco maravilhoso. Definitivamente, merece estar nesta posição por ser um dos discos mais sólidos de 2006, onde todas as faixas poderiam ser singles com facilidade, e embora a mistura de folk + country + pop esteja um pouco saturada, Gomez faz isso com uma maestria invejável, não deixando muito espaço para comparações.

1º – Jars of Clay – Good Monsters
Foi difícil escolher entre Good Monsters e How We Operate, mas Jars of Clay acabou saindo na frente e faturando o primeiro lugar neste ano. Isto porque JOC é uma banda que não para de se reinventar! Good Monsters não é diferente, e apresenta uma sonoridade conhecida, mas totalmente diferente. Confuso? Nem tanto. Depois do seu projeto “country” a la Johnny Cash, JOC retorna à veia rock com um som mais energético e alegre do que nunca, além de outras canções, igualmente lindas embaladas pela voz de Dan Haseltine e contando com os ótimos arranjos do restante da banda. Enfim… Não adianta muito eu ficar falando aqui. Ouça! Uma experiência incomparável!


Ações

Information

One response

15 03 2007
Menina Monica

Linduu

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s




%d bloggers like this: